Últimos Posts

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Sukitte Ii na yo


Ou Say I Love You é um soujo escolar que conta a história da jovem Mei Tachibana, seu primeiro amor e a descoberta do valor da amizade. Clichê, sim, mas sem deixar de ser muito fofinho.


Mei é uma garota que não acredita nas pessoas. Até os dezesseis anos ela sempre se isolou, acreditando que as pessoas fossem falsas e traidoras (e são mesmo!) assim como aconteceu quando ela era bem pequena e foi acusada da morte do coelho mascote da turma. Para evitar mais decepções, ela sempre se comportou de maneira quieta e até um pouco rude, até que acidentalmente chutou o garoto mais popular da escola...
Yamato Kurosawa é lindo, popular e desejado por várias garotas. Nada disso significa muito para ele, que é sossegado e procura o lado melhor da vida. Ao encontrar uma garota de coração puro como Mei, ele se apaixona a primeira vista e insiste em se aproximar dela.
Em uma noite, na saída do trabalho, Mei percebe que está sendo perseguida, precisa da ajuda de alguém e sua mãe não atende o telefone, então ela acaba recorrendo a Yamato para salvá-la. Ele vai imediatamente e naquela mesma noite rouba o primeiro beijo da Mei. É o começo de uma relação que será difícil para ambos, dois jovens descobrindo a energia e a força do primeiro amor.


É nesse momento em que Mei conta com a ajuda das amigas, Asami e Aiko (minha personagem favorita), que aconselham e confortam Mei durante suas dúvidas e angústias. Ela percebe que não está sozinha, todo mundo tem uma cicatriz, uma dúvida do passado, um problema mal resolvido consigo mesmo. A melhor forma de tratar tudo isso é encontrando pessoas que te amem pelo que você realmente é.

Além do mangá, temos o curta e o live action de Sukitte Ii na Yo.
Recomendado para românticos de todas as idades.

 4 estrelas.
 

      

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Salem 2° Temporada


Peraí, você nem falou da primeira temporada. Sim, segue aí um resuminho.

Na primeira temporada de Salem, temos uma linda cidadezinha do século XVII cheia de gente boa (sqn) onde Mary Sibley é uma bruxa muito pretenciosa. Ela se esconde por trás da máscara de puritana e do dinheiro do seu velho marido George, membro do conselho da cidade. Sua comparsa e mestra em alguns ritos é sua criada Tituba, que a iniciou na bruxaria, a qual conhecia de suas terras de origem.  
                Com suas artimanhas, Mary causa pânico na cidade e faz que inocentes morram para que ela possa realizar O Grande Rito (de passagem pra o Senhor das Trevas) sem ser percebida pelo bêbado reverendo Cotton Matter.  Justamente nesse momento tão importante, ela fica novamente frente a frente com John Alden, o amor do passado que Mary acreditava ter morrido na guerra há sete anos.

Prontinho, agora bora falar da 2° Temporada.



                Depois de conclusão do Grande Rito, Mary tem que enfrentar que uma bruxa poderosa e cheia de inveja, a imortal Condessa de Malburg. John Alden virou um caçador de bruxas e mesmo que isso custe sua vida, ele tem como objetivo matar todas as bruxas de Salem.
                Mary agora está em posse de seu filho e tem de fazer de tudo para protege-lo dos seus inimigos, não só nas artes das trevas, como também o novo magistrado, Hathome, um homem que não a respeita como autoridade local. Mas como o mundo não é só tristeza, ela conhece o cético Wainwright que veio a cidade procurar a cura para a doença que os assola.
                No meio de tudo isso temos a bruxinha Anne Hale descobrindo seus poderes, paixões e verdades que o velho Magistrado Hale deixou para ela no seu Livro das Sombras. Mercy mais pirada e assustadora do que nunca e a estranha paixão do Conde Sebastian por Mary.



                Impossível não tentar comparar uma temporada com a outra não é mesmo? Nesse caso, a qualidade da direção de câmera e dos efeitos visuais ainda continua a mesma, excelente, o roteiro mantem a mesma cadência, mas eu acredito que o enredo da segunda temporada tenha sido bem mais interessante. Não, não só por causa de tantas bruxas em uma temporada só, na verdade, essa temporada dissecou a personalidade de vários personagens e contou com atuações de primeira.
                A Mary, o John e a Anne prometem muito para terceira temporada. As duas se desenvolveram muito bem e acabaram praticamente se tornando outras pessoas. A vida é uma coisa doida até mesmo na ficção.
                O triste é suportar um ano sem essa série maravilhosa, que é uma das minhas favoritas. 



                Respira fundo bruxa!


quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Conhecendo o autor #4 - Colleen Houck


Boa noite viciados! Depois de algumas semanas, eu voltei com o Conhecendo o Autor, Hoje conheceremos um pouco sobre Colleen Houck,

~~~~~~~~~~~~~~



Colleen Houck uma grande escritora americana, que nos presenteou com a maravilhosa série A maldição do tigre, sempre sonhou em escrever uma série de romance. Ela é nova nesse ramo, então em sua carreira publicou apenas os cinco livros da série, sendo que o último livro publicado, A Promessa do Tigre, é um conto de 60 páginas. E esperamos o lançamento do último livro para esse ano, estou muito ansiosa. 

Estou lendo atualmente e amando demais.





--------------------------------------------------------------------------------------------------------
“Ele tinha uma expressão de melancolia quase humana. Se os tigres têm alma, e acredito que tenham, imagino que a dele seja triste e solitária. Olhei dentro daqueles grandes olhos azuis e sussurrei: - Queria que você fosse livre.”
--------------------------------------------------------------------------------------------------------

Antes de escritora, Colleen é uma leitora assídua, entre seus gêneros favoritos estão ficção científica, aventura e romance. Suas inspirações são Shakespeare, Stephenie Meyer, Chris Paolini, JK Rowling, Madeleine L, e outros.


--------------------------------------------------------------------------------------------------------
"Quando a jaula do tigre passou diante de mim, tive uma vontade súbita de acariciar-lhe a cabeça e confortá-lo. Eu não sabia se tigres podiam demonstrar emoções, mas por algum motivo eu tinha a impressão de que podia sentir seu estado de espírito. Parecia melancólico."
--------------------------------------------------------------------------------------------------------

Obras:
* A Maldição do Tigre;
* O Resgate do Tigre;
* A Viagem do Tigre;
* O Destino do Tigre;
* A Promessa do Tigre




terça-feira, 11 de agosto de 2015

[Resenha] O arcano nove - A mediadora #2


Boa noite viciados! Continuemos então com a série A Mediadora, trago hoje o segundo volume, O Arcano Nove, bora lá!

~~~~~~~~~~~~~~

Título: O Arcano Nove
Autora: Meg Cabot
Páginas: 272
Editora: Record
Nota: 4 estrelas
Sinopse: Para uma adolescente, trocar de cidade pode ser um trauma. Para Suzannah, a mudança de Nova York para Califórnia está sendo ótima: novos amigos, muitas festas e dois caras bonitões e muito interessantes. Só que um deles é um fantasma. E o outro pode matá-la. Suzannah é uma mediadora, uma pessoa capaz de se comunicar com os mortos e resolver as pendências deles na Terra. A velha casa para onde se mudou com a mãe e o padrasto é assombrada por Jesse, um fantasma jovem e gentil. Como Jesse não liga muito para ela (e, além do mais, está morto), Suzannah se entusiasma com o interesse de Tad Beaumont, o garoto mais cobiçado da cidade. Mas o fantasma de uma mulher, cujo assassinato pode ter relação com um mistério no passado de Tad, a atormenta. E a vida de Suzannah pode estar ameaçada. Ser adolescente é complicado. O que dizer de uma garota que precisa dividir sua atenção entre a própria vida e a morte dos outros? 

~~~~~~~~~~~~~~

Tá legal, eu gamei nessa série, to viciada, Suze e Jesse meus melhores amigos. Começamos aqui duas semanas depois do episódio com Heather, a vida segue, Suze está se aproximando dos irmãos, só Dunga que ah não rola tanto, para variar tem alguém precisando da Suze, uma mulher louca quer dar um recado pro Red (?), uma queixa de Suze, falta de detalhes, ou seja, muita confusão.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------
"Uma coisa que aprendi é que nós não temos muito tempo aqui na Terra. Então por que desperdiçar aceitando as merdas dos outros? Particularmente quando estão mortos?"
--------------------------------------------------------------------------------------------------------

Enquanto isso, Suze se dá conta de que gosta mesmo de Jesse, mas este nem dá bola, então entra em cena Tad Beaumont, gato rico, mas envolvido em um mistério cativante, porém menos que o primeiro, mas ainda assim te prende do começo ao fim. Conhecemos o pai da Suze! Temos uma palhinha do grande mistério, embora seja um momento breve.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------
"O Arcano Nove - Dizia a explicação. - O eremita, a nona carta do tarô, guia as almas dos mortos para além da tentação das fogueiras ilusórias ao lado da estrada, de modo que possam ir direto ao seu objetivo mais elevado. "
--------------------------------------------------------------------------------------------------------

Aqui temos uma Suze mais ousada, impulsiva, situações perigosas, uma aventura e tanto! Deixo aqui o meu leiam, por favor! rs Eu amei, uma história para quem está procurando algo leve, mas ao mesmo tempo interessante e divertido, é sério, vocês vão gostar! Vem contar pra mim, suas expectativas, ou o que acharam, venham, venham!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------
"- Então boa noite, Suzannah – Disse Jesse naquela voz profunda e sedosa. 
- Boa noite. – Minha voz não é profunda nem sedosa. Naquele momento, de fato, ela saiu meio esganiçada. Geralmente é assim quando estou falando com Jesse. Com mais ninguém. Só com o Jesse."
--------------------------------------------------------------------------------------------------------

sábado, 8 de agosto de 2015

[Filme] Corações de Ferro


Corações de Ferro: Muito mais do do que um filme sobre americanos e nazistas em guerra


      Com roteiro e direção de David Ayer, o filme "Corações de Ferro"("Fury, 2014) possui como foco o terror que foi a Segunda Grande Guerra a partir do ponto de vista de fuzileiros de uma tripulação de tanques . Mas não se prender apenas a isso é o grande trunfo da obra, que entre outros temas, também discute de forma sútil o conflito da ética religiosa versus as necessidades da realidade, bem como a rápidas transformações e seus consequentes traumas que acometem indivíduos não devidamente preparados para determinados ambientes e profissões. Dotado de um realismo surpreendente, as vezes até excessivo, o filme retrata a brutalidade e a barbárie do conflito sem medo de chocar ou soar patriota.
      A questão do patriotismo aliás, causou muita polêmica na época de lançamento do filme e houve muita gente defendendo que o longa era mais um daqueles filmes onde "os americanos são os bonzinhos e os restante é tudo vilão". Bem, talvez seja mesmo, mas considerando que sempre na história os nazistas foram e serão tratados como "vilões" por motivos claros e no filme estes são os unicos inimigos dos americanos, não vejo motivo nem razão para tentar inverter os papéis. É claro que uma tentativa de apresentar os dois pontos de vista, como foi feito em "Cavalo de Guerra"(2012) seria bem interessante, mas sabiamente David optou por focar na dinâmica emocional do super grupo ao redor do qual orbita a película.
       Com um pelotão formado por sempre solicito Brad Pitt, pelo polêmico Shia LaBeulf e por Logan Lerman, um talentoso astro em ascensão, a nenhum diretor restaria duvidas quanto ao sucesso de sua empreitada. É certo que o treinamento de quatro semanas no Navy SEALs(Comando de Operações Especiais dos EUA), que incluiu a convivência dos protagonistas dentro de um minusculo tanque de guerra, como o utilizado no filme, surtiu satisfatório efeito. Afinal são as atuações precisas e honestas, todas imersas na cúmplice harmonia exigida, que fazem de "Corações de Ferro" muito mais do que um ordinário filme de guerra.
       Todos os elementos, desde da fotografia pesada, passando pelos figurinos e veículos detalhados e aos apurados efeitos sonoros, juntos, resultam numa obra de arte extrema e visceral, mas acima de tudo eficiente.

AVALIAÇÃO: Bom

RECOMENDAÇÃO: Repare que por grande parte das cenas se passarem apenas dentro de um pequeno tanque de guerra, aos poucos o clima do filme vai se oscilando de claustrofóbico a sufocador, o que torna o longa cada vez mais envolvente!

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

[Série] 12 Monkeys



No outro post eu fiz um pequeno comparativo da série do filme 12 Monkeys.
Agora é sério, peguem suas coordenadas pois vamos direto para o pós-apocalíptico ano de 2045, viver uma viagem louca com o estranho James Cole.
Você talvez não caia de amores pelo personagem do viajante do tempo, e por toda a bagunça que ele faz na vida de Cassandra Railly e seu namorado Aaron Marker. Mas todos concordam que tem uma coisa mais importante do que isso certo? É salvar a vida de bilhões de pessoas que irão sucumbir a partir de 2016 quando a praga for espalhada por vários cantos do mundo pelo tal Exército dos Doze Macacos.
A causa é boa, e James está disposto a realmente correr contra o tempo para salvar a humanidade e apagar a realidade terrível que o assolou por anos, assim como a todos aqueles que sobreviveram a doença. O mundo se tornou um lugar louco, onde as pessoas passaram a se comportar selvagens para nutrir suas necessidades básicas. Muitos perderam tudo e aqueles que amavam, como a Dra Jones, que faz do Projeto Fragmentação a sua fé.
Se prepare para 12 Macacos muito mais perigosos, gangues, reviravoltas e muita tensão. 
Não importa o que você está esperando da série, surpresas e revelações são feitas a cada episódio, tornando a trama de ação envolvente e empolgante. Equipe da produção e do roteiro fizeram um trabalho ótimo, dando uma experiência diferente a quem é fã do filme, soltando e criando pontos novos em 12 Monkeys. Resultado final: teremos segunda temporada no começo do ano que vem.

A menina Jennifer Goines (interpretada pela Emily Hempshire) dá um show como eu previ desde o primeiro episódio. Ramse (Kirk Acevedo) foi o meu personagem favorito depois dela, vocês saberão o motivo no decorrer dos episódios. Mas é claro que o brilho maior foi Aaron Stanford no papel de James. Parabéns pra quem escolheu esse elenco.

O que esperar para a segunda temporada?
As últimas cenas foram literalmente um tiro na cara, então tem muito viu. E que James e Cassandra finalmente tenham um momento, pois eu vim shippando eles desde a metade da temporada. A gente quer ver beijo produção!   

5 estrelas


quinta-feira, 6 de agosto de 2015

[Resenha] A terra das sombras - A Mediadora #1


Boa noite meu povo! Hoje vim trazer o primeiro livro da série A Mediadora, é uma série super tranquila de ler, para aquele fim de semana que você está a procura de uma leitura leve e fluída, vamos lá!

~~~~~~~~~~~~~~


Título: A Terra das Sombras
Autora: Meg Cabot
Editora: Record
Nota: 3 estrelas
Páginas: 284
Sinopse: Suzannah é uma adolescente aparentemente comum que tem um problema com construções antigas. Não é para menos. Afinal, muitas dessas casas velhas são assombradas. E Suzannah é uma mediadora, uma pessoa capaz de ver e falar com fantasmas para ajudá-los a descansar em paz. É claro que esse dom lhe traz muitos problemas. Mas nem ela poderia saber a gravidade do que encontraria ao mudar-se para Califórnia.



~~~~~~~~~~~~~~

Em A Terra das sombra, somos apresentados a Suzannah Simon, uma garota de 16 anos, orfã de pai, que se vê sendo arrastada par a ensolarada Califórnia pela mãe, que casou-se novamente, para morar com outros três garotos, agora seus irmãos, apelidados carinhosamente de Mestre, Dunga e Soneca, por motivos claros rs
Acontece que Suzannah tem um dom peculiar, ela não só vê, como toca e fala com fantasmas, é isso mesmo que você leu rs então imagina a bela surpresa, quando Suze descobre que sua nova casa tem apenas 200 anos e por experiência própria ela sabe que, quanto mais antigo o prédio, maior a possibilidade de haver ocorrido alguma morte no local, e sua escola mais de 500 anos! E ela, apesar de tudo, não gosta de fantasmas, dá para entender também, para alguns você parece doidinha de pedra kk
Estamos então conhecendo Suze, a sensação da mudança, a casa, e o Jesse, nosso lindo fantasma que MORA no quarto escolhido para Suze, maravilhoso. Cowboy morto há 150 anos, Jesse não nos conta porque morreu ou porque ainda continua por aqui, depois de tanto tempo.
Na escola, Suze conhece o Padre Dom, diretor da escola e junto com ele Heather, nossa primeira amiga a ser mediada, que dará muito trabalho a Suze, assim, descobrindo que não é a única mediadora do mundo, não está sozinha nessa.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------
"- Por quê? - Berrava Heather - Por que está fazendo isto comigo?
- Por que eu sou a mediadora. - Respondi."
--------------------------------------------------------------------------------------------------------

Suze é uma das protagonistas que mais me cativou nos últimos tempos, irônica, te leva por uma narrativa leve e fluída, envolvente, que me fez querer ler e ler, sem parar. Seus métodos de mediação são um tanto exóticos, o que me arrancou altas risadas ao longo do livro. Sua teimosia é sua marca principal, o que casou muito bem, já que ela tem que convencer os fantasmas a seguirem, seja lá pra onde forem depois da morte.
Jesse, o que falar sobre esse homem e seus músculos? Cavalheiro, protetor e educado, o cara perfeito, que toda mulher procura. Me apaixonei, pronto falei rs e ele realmente gosta da Suze.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------
"Não há no céu fúria comparável ao amor transformado em ódio nem há no inferno ferocidade como a de uma mulher desprezada."
--------------------------------------------------------------------------------------------------------

Chegamos aos enfins, gostei muito desse livro, li super rápido, mas dei três estrelas por ser bem adolescente, mas é uma história envolvente, que você lê, sem ver o tempo passar, E vocês, o que acharam do livro? Não leu? Qual sua expectativa? Ficou interessado? Vem contar para mim. Até mais


domingo, 26 de julho de 2015

[TAG] Problemas de um leitor



Oi gente! E como ta indo o fim de semana? Hoje eu vim com mais uma Tag! Adoro Tag's rs
Quando temos um vício é muito dificil lidar com ele rs o meu como já dá pra perceber são os livros. Eu tenho compulsão, compro mais do que consigo ler e vai acumulando e acumulando rs
Para hoje eu escolhi uma TAG chamada problemas de um leitor, então vamos lá!



Perguntas:

1. Você tem 20 mil livros para ler. Como você decide o que vai ler?
Eu olho para a minha estante, o primeiro livro que me chama a atenção eu leio, mas quando eu começo a olhar demais, se torna muito dificil escolher rs

2. Você está no meio de um livro, mas não está gostando. Você para ou continua?
Eu tento continuar, mas se eu não estiver conseguindo me concentrar ou estiver chato demais, eu desisto, foi o que aconteceu com As crônicas de Nárnia, eu comecei a ler, li os quatro primeiros, chegou no quinto, eu já não aguentava mais, então desisti :(

3. O fim do ano está chegando e você está perto, mas não tão perto de finalizar sua meta de leitura. O que você pretende fazer e como?
Maratona, eu leio em todas as horas possíveis, tem dez/quinze minutos de café? Eu to lendo e deixo de tomar café kkk vou dormir super tarde lendo, mas eu alcanço minha meta de leitura.

4. As capas de uma série que você ama são horríveis! Como você lida com isso?
Tento olhar o mínimo possível para elas, eu coloco aquelas capas para livros, são tão bonitas *-*

5. Todo mundo, incluindo sua mãe, gostam de livro que você não gosta. Como você compartilha esses sentimentos?
Eu exponho a minha opinião e não menosprezo a opinião de ninguém, gosto é igual DNA, cada um tem o seu.

6. Você está lendo um livro e você está prestes a começar a chorar em público. Como você lida com isso?
Choro, eu não ligo de chorar, a não ser que tenha muitas pessoas conhecidas, não gosto de chorar na frente de ninguém que eu conheça, salvo a minha irmã e meu namorado, eles não tem problema me ver chorando, nessas situações eu me tranco no banheiro, mudo de cômodo, quando não tem como me esconder eu paro de ler.

7. A sequência do livro que você ama acabou de sair, mas você esqueceu parte da história anterior. Você lê o anterior novamente? Pula para a sequência? Lê uma sinopse ou resenha? Chora de frustração?!
Se eu não resenhei ele ainda, eu leio minhas anotações, quando não é o suficiente eu leio de novo o anterior.

8. Você não quer que ninguém, NINGUÉM, pegue seus livros emprestados. Como você educadamente diz às pessoas NÃO quando eles perguntam?
Eu digo que está com outra pessoa, acho que é a resposta mais discreta que eu já achei, o problema é quando eu perdi a confiança na pessoa, ai essa desculpa não cola mais de duas vezes, ai eu fujo da pergunta, dizendo que vou dar uma olada e nunca mais falo no assunto, até a pessoa perguntar de novo kk

9. Déficit de Atenção. Você não conseguiu ler os livros que queria no último mês. O que você faz para voltar a ler mais?
Procuro reservar mais tempo, refletir sobre o que aconteceu no mês passado para eu não ter conseguido ler, geralmente eu não tenho esse problema.

10. Há muitos livros novos que foram lançados e que você está morrendo de vontade de ler! Quantos deles você realmente compra?
Atualmente, estou com mais de vinte livros no estante que eu ainda não li, então nem olho os lançamentos, é muito difícil? Sim, chegam os emails, dá até vontade de chorar de tanta curiosidade, mas não posso olhar, até porque estou tendo um corte muito grande no orçamento.

11. Depois de ter comprado os novos livros que você tanto queria, quanto tempo eles ficam em sua prateleira antes de você realmente ler?
Se eu queria muito ler mesmo, eles nem vão para a prateleira, já começo a ler na livraria mesmo. Se for mais de um, eles ficam na prateleira, o tempo que eu levar para ler o primeiro.

E vocês? Me contem sobre vocês, vocês emprestam seus livros? Respondam a TAG também! E deixem aqui para mim o link de vocês! Estou muito curiosa. 

Beijinhos, até a próxima :*

Navegue

Tecnologia do Blogger.

Receba as novidades

Seguidores

Translate

Google+

Releia

FanPage

Julliany está lendo:

VEP no Twitter