segunda-feira, 30 de junho de 2014

[Resenha] Corações Feridos



Título: Corações Feridos
Autor: Louisa Reid
Editora: Novo Conceito
Ano: 2013
Páginas: 256
Nota: 5 estrelas
Sinopse: Hephzibah e Rebecca são irmãs gêmeas, mas muito diferentes. Enquanto Hephzi é linda e voluntariosa, Reb sofre da Síndrome de Treacher Collins — que deformou enormemente seu rosto — e é mais cuidadosa. Apesar de suas diferenças, as garotas são como quaisquer irmãs: implicam uma com a outra, mas se amam e se defendem. E também guardam um segredo terrível como só irmãos conseguem guardar. Um segredo que esconde o que acontece quando seu pai, um religioso fanático, tranca a porta de casa. No entanto, quando a ousada Hephzibah começa a vislumbrar a possibilidade de escapar da opressão em que vive, os segredos que rondam sua família cobram-lhe um preço alto: seu trágico fim. E só Rebecca, que esteve o tempo todo ao lado da irmã, sabe a verdadeira causa de sua morte... Hephzi sonhara escapar, mas falhara. Será que Rebecca poderia encontrar, finalmente, a liberdade?

~~~~~~~~~~~~~~

Bom, Corações Feridos, nos traz a trágica história de Hephzibah e Rebecca que são irmãs gêmeas mas completamente diferentes, Hephzi é uma adolescente que tem vontade de viver, bonita e expansiva, já Reb é retraída, não quer se expor por conta da Síndrome de Treacher Collins, uma deficiência genética que causa a má formação óssea da face, essa deformação atrai olhares de repulsa, de dó. Seus pais são dois religiosos fanáticos, que maltratam as meninas, são repressores. Sua história é marcada pela violência de todas as maneiras, falta de afeto, necessidades básicas precárias, etc.
Sua mãe as ensinava em casa e elas não podiam sair de casa, apenas para ir ajudar na paróquia do pai (sempre mantendo a aparência de família feliz). Quando completaram 15 anos, foi concedido a elas ir para a escola publica do bairro, nem é preciso dizer a Hephzi adorou né, ela fez amigos e arrumou um namorado, passado um tempo ela morreu de forma misteriosa. Sem mais detalhes.
E o livro começa nesse ponto, a Reb se arrumando para ir ao enterro da irmã. Todos tristes, até o falso do pastor Roderick, as pessoas mal sabem o que aquelas meninas já passaram nas mãos desse monstro, que é encoberto pela esposa, e o que a Rebecca ainda vai passar.
Primeiro, o que mais me incomodou, foi essa mulher não mover um dedo para ajudar as próprias filhas. Segundo, eu não tinha falado mas, os próprios pais ficavam rindo e brincando com a deficiência da Reb. Terceiro, ter uma filha favorita, eu acho muito errado escolher um filho para amar e um para rechaçar, como eu já havia dito eles dizem que a deficiência da Reb é a marca do demônio e usavam isso para espancar ela, achei um absurdo, dentre muitas outras coisas.
A narrativa prende o leitor de uma forma muito interessante, a narração é feita pelas duas irmãs, intercalando os capítulos. A Hephzi fala sobre o passado e a Reb, fala sobre o presente (eer, é lógico rs). A ornamentação é muito fofa, tem galhinhos nas bordas das páginas que abrem os capítulos. A capa tem aquele ar de suspense. Os personagens foram muito bem desenvolvidos, com sentimentos intensos e bem reais, cenários que convencem da veracidade dos fatos.
O livro, como já deu para perceber, é bem denso, uma história muito pesada e angustiante, a autora não poupou detalhes das atrocidades acometidas pelo pastor Roderick, sim é um pouco traumatizante, mas é muito legal de ler, porque você que reclama muito da vida, vai rever seus conceitos e agradecer a vida que tem. 
Enfim gente, eu recomendo muito a leitura, ele mostra uma perspectiva de vida que é muito difícil de se imaginar por si só. A Louisa Reid foi brilhante na construção, ela conta sobre a morte da Hephzi logo no começo do livro e consegue levar esse segredo até o fim do livro, mas você não consegue supor qual é esse mistério que ronda a morte dela. LEIAAAAAAAM mas só se tiverem estômago para digerir uma baita de uma tragédia.






  2 comentários:

  1. Há muito tempo eu quero ler esse livro, mas sempre acabo deixando pra depois, porque nunca tinha lido uma resenha, só a sinopse.
    Agora é definitivo, preciso colocar ele na minha lista de compras hahahaha.
    Amei a resenha!
    Bjs :**
    Ju!

    http://julicronicas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia mesmo, vale muito a pena haha
      Muito obrigadaaa *-*
      Beijoos!

      Excluir

Obrigada por comentar! Sua participação é muito importante para nós.

Navegue

Tecnologia do Blogger.

Receba as novidades

Seguidores

Translate

Google+

Releia

FanPage

Julliany está lendo:

VEP no Twitter