sábado, 9 de agosto de 2014

[Filme] Um Sonho Possível




Um Sonho Possível: Está mais para uma conto de fadas


Há uma primeira vista a fórmula apresentada por este filme lançado em 2010 soa absurdamente clichê: Jovem abandonado de periferia americana com o sonho de tornar-se um grande jogador de futebol é adotado por família rica e boa, onde todos estão dispostos a ajudá-lo sem pedir nada em troca. Este enredo pode até parecer risível, mas ele é apresentado exatamente assim no filme e toda graça se esvai quando descobrimos que o mesmo é baseado numa história real. Um tanto romanceada, é claro.

A principal abordagem do roteiro é falta de oportunidades e a direção John Lee Hancock peca ao resolver tudo de pressa, sem permitir que os conflitos de fato relevantes se estabeleçam e preencham o lugar que permitia a película soar mais crível e menos estereotipada, essencialmente nos primeiros trinta minutos. Há também algumas cenas bem absurdas no decorrer do filme que não colaboram em nada: A do garotinho miúdo treinando o brutamonte jovem protagonista é um exemplo explicito. As cenas em que a personagem de Sandra Bullock (que parece ser tão rica e desocupada ao ponto de não trabalhar) interfere na forma de treinamento de um time também soam falsas e cheias de artificialidade.
Tantos deslizes porém, foram abafados pelos pontos fortes do filme como sua narrativa debochada, a sútil trilha-sonora e a atuação de Bullock, é óbvio. Sim, o Oscar foi um exagero, mas ela fez um bom trabalho. No final de um sonho tão cativante, ao sermos trazidos de volta para o mundo real, a afirmação do título vira indagação: possível?


AVALIAÇÃO: Regular



RECOMENDAÇÃO: Preste atenção na quantidade de assuntos que acabam não resolvidos na película. O destino da mãe do protagonista(usuária de drogas) é um dos casos.                          

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada por comentar! Sua participação é muito importante para nós.

Navegue

Tecnologia do Blogger.

Receba as novidades

Seguidores

Translate

Google+

Releia

FanPage

Julliany está lendo:

VEP no Twitter