sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Sukitte Ii na yo



Ou Say I Love You é um soujo escolar que conta a história da jovem Mei Tachibana, seu primeiro amor e a descoberta do valor da amizade. Clichê, sim, mas sem deixar de ser muito fofinho.


Mei é uma garota que não acredita nas pessoas. Até os dezesseis anos ela sempre se isolou, acreditando que as pessoas fossem falsas e traidoras (e são mesmo!) assim como aconteceu quando ela era bem pequena e foi acusada da morte do coelho mascote da turma. Para evitar mais decepções, ela sempre se comportou de maneira quieta e até um pouco rude, até que acidentalmente chutou o garoto mais popular da escola...
Yamato Kurosawa é lindo, popular e desejado por várias garotas. Nada disso significa muito para ele, que é sossegado e procura o lado melhor da vida. Ao encontrar uma garota de coração puro como Mei, ele se apaixona a primeira vista e insiste em se aproximar dela.
Em uma noite, na saída do trabalho, Mei percebe que está sendo perseguida, precisa da ajuda de alguém e sua mãe não atende o telefone, então ela acaba recorrendo a Yamato para salvá-la. Ele vai imediatamente e naquela mesma noite rouba o primeiro beijo da Mei. É o começo de uma relação que será difícil para ambos, dois jovens descobrindo a energia e a força do primeiro amor.


É nesse momento em que Mei conta com a ajuda das amigas, Asami e Aiko (minha personagem favorita), que aconselham e confortam Mei durante suas dúvidas e angústias. Ela percebe que não está sozinha, todo mundo tem uma cicatriz, uma dúvida do passado, um problema mal resolvido consigo mesmo. A melhor forma de tratar tudo isso é encontrando pessoas que te amem pelo que você realmente é.

Além do mangá, temos o curta e o live action de Sukitte Ii na Yo.
Recomendado para românticos de todas as idades.

 4 estrelas.
 

      

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada por comentar! Sua participação é muito importante para nós.

Navegue

Tecnologia do Blogger.

Receba as novidades

Seguidores

Translate

Google+

Releia

FanPage

Julliany está lendo:

VEP no Twitter